Vale a pena ir à conferência do ProZ.com?

Uma colega, a Sofia Rezende, (@sofiatrad) me escreveu, no Twitter, perguntando se valia a pena ir à conferência do ProZ.com e como tirar o maior proveito dela.

Eu dificilmente vou aparecer. Nada contra, mas estou com outros programas na cabeça e não valeria à pena ir. Mas, principalmente para quem está em início de carreira, é importante aparecer nesses lugares, salvo quando o programa é ruim demais, o que decididamente não é o caso desta conferência.

Ir, entretanto, não é suficiente: precisa participar. Não pode ficar encolhidinha na última fila, calada e com cara de assustada. Precisa circular, apresentar-se, distribuir cartão de visita, fazer perguntas, comentar, intervir nas discussões, participar das rodinhas. Aliás, as rodinhas são ótimas nesses lugares. Você não precisa realmente conhecer os participantes, vai chegando, sorri para todos, ouve a conversa, vê se aprende alguma coisa. Se não interessar, sai de fininho e vai procurar outra.

Nesses lugares, ouve-se muita bobagem, não só dos participantes como até dos palestrantes — já tive vontade de apedrejar duas grandes vacas sagradas da tradução que tiveram a deseducação de subir numa plataforma de congresso para dizer que não tinham se preparado e desperdiçaram o tempo dos participantes com inanidades — mas o saldo costuma ser positivo.

Gosto de lembrar que na minha primeira ida a um congresso, ouvi da Waldivia Marchiori Portinho, então presidente de uma ABRATES que não é a mesma de hoje, que a maior fonte de serviço são nossos colegas. Achei que ela era louca. Por que raios algum colega iria me mandar serviço, em vez de ele mesmo fazer? Hoje, concordaria com ela e diria que a maior maneira de se entrar no mercado é se enturmar com os colegas e um dos melhores lugares para se enturmar com os colegas é nesses encontros.

Mas lembre que pedir serviço é constrangedor e esmolar serviço é pior ainda. Dizer que é principiante, que está começando, que ainda não conseguiu nada, é perfeitamente correto e recomendável — desde que seja verdade, claro.

Vá — e aproveite.

Obrigado pela visita e dê uma olhada aqui, por favor

EN→PTBR |Tradutor profissional desde 1970.


3 Comentarios em "Vale a pena ir à conferência do ProZ.com?"

  • Marcos Valerio
    18/06/2010 (5:59 pm)
    Responder

    Cliquei no link à direita (Profissional de Marketing) a seu pedido e caí em uma página dizendo que a promocao nao era mais válida. Espero que tenah ajudado v. de alguma maneira, mas duvido que tenha ajudado o anunciante.

    abs e obrigado pelas dicas,

    Marcos

  • Vanessa
    18/06/2010 (9:06 am)
    Responder

    Estou em um pré-início de carreira. Pretendo começar curso(s) de tradução no segundo semestre deste ano, mas já estou pesquisando tudo sobre tradução desde agora. Seu blog é muito útil nesse sentido, obrigada. Irei a essa conferência um pouco mais para frente, então, quando estiver de fato no início de carreira. Também pretendo fazer o seu curso, linkado no pé do post, mas também um pouco mais para frente, para não me antecipar demais. Espero que você continue dando o curso. Ontem participei pela primeira vez da Sala 7 e gostei muito. Infelizmente precisei sair antes do fim, mas aproveitei o que ouvi.
    Abraços

  • Sofia Passos Rezende
    16/06/2010 (10:12 am)
    Responder

    Oi Danilo! Muito obrigada pela resposta. Eu estou no início de carreira e vou participar. Vou seguir seus conselhos com relação aos contatos. Pela programação da conferência pude ver que ocorrerão palestras ao mesmo tempo, espero escolher as melhores opções. Abraço!


O que achou do artigo? Deixe seu comentário.

Pode publicar em html também